Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > Prefeitura de Goiânia amplia projeto Aula Digital e beneficia mais de 32 mil alunos da rede municipal
Início do conteúdo da página

Prefeitura de Goiânia amplia projeto Aula Digital e beneficia mais de 32 mil alunos da rede municipal

Criado: Quarta, 20 de Abril de 2022, 13h20 | Publicado: Quarta, 20 de Abril de 2022, 13h20 | Última atualização em Quarta, 20 de Abril de 2022, 13h20

Parceria com Fundação Telefônica Vivo alcança 170 instituições, proporciona formação a 700 professores e servidores administrativos, além de distribuir 2,8 mil equipamentos tecnológicos. “O projeto possibilita novas formas de ensino e aprendizagem, o que consolida a inovação tecnológica como aliada da Educação”, afirma Rogério Cruz

FotokitdigitalA Prefeitura de Goiânia, em parceria com a Fundação Telefônica Vivo, insere a tecnologia em sala de aula e, nos últimos meses, equipou 170 instituições municipais de ensino. Ao todo, foram 2,8 mil tablets, computadores, pen drives e demais acessórios nos kits do Projeto Aula Digital distribuídos nos últimos meses. “Acreditamos que o futuro da educação pós-pandemia é colaborativo, por isso, unimos esforços para aproximar os alunos das nossas escolas às tecnologias digitais”, aponta Rogério Cruz. 

O projeto Aula Digital integra o programa Smart Educação, que propõe a modernização total das plataformas educacionais utilizadas na rede municipal. As entregas dos tablets e computadores ocorreram nos meses de agosto e outubro do ano passado. Desde então, é acompanhado por equipe técnica da Prefeitura de Goiânia e da Fundação Telefônica Vivo. 

Goiânia é a única cidade do Centro-Oeste que conta com o projeto. Além da capital, a iniciativa está presente em apenas quatro regiões do país: Manaus (AM), Vitória de Santo Antão (PE), Viamão (RS) e Sergipe (SE). 

O projeto, que está em fase de desenvolvimento e ampliação, beneficiou mais de 32 mil estudantes, além de garantir a formação de 700 professores e servidores administrativos da Secretaria Municipal de Educação (SME), em 2021. Os profissionais são orientados a utilizar os equipamentos tecnológicos em sala de aula, uma vez que contam com recursos pedagógicos da PROfuturo, um programa de educação global da fundação, todos alinhados à Base Nacional Curricular Comum (BNCC). 

Rogério Cruz destaca que a previsão inicial era que o projeto fosse implantado em 100 unidades. Porém, diante da importância do uso de ferramentas digitais pelos estudantes, a iniciativa foi ampliada para todas as 170 escolas municipais da capital. Segundo ele, “nas unidades que tinham salas de informática, profissionais qualificados e plataforma moderna levaram inúmeras propostas pedagógicas aos alunos”. 

Cruz explica, ainda, que as instituições que não possuíam ambientes informatizados, então, receberam kits tecnológicos com computadores e tablets, o que garante a isonomia de acesso ao projeto. “O projeto possibilita novas formas de ensino e aprendizagem, o que consolida a inovação tecnológica como aliada da Educação”, afirma. 

Modelo de atuação

Para garantir o uso efetivo dos kits tecnológicos nas instituições, técnicos das gerências de Tecnologia e Inovação Educacional, e de Formação da SME assumiram a função de multiplicadores. Assim, ficaram responsáveis por conduzir as formações continuadas aos professores.

Esse modelo, segundo o secretário de Educação da capital, Wellington Bessa, possibilitou que, mesmo durante o período de ensino remoto, fosse possível organizar encontros virtuais para ampliar e potencializar as competências digitais dos profissionais. 

“Priorizamos a formação dos professores e a entrega dos kits para, no retorno das aulas de 2022, proporcionar aos estudantes a oportunidade de aprender com as novas tecnologias, que garantem melhora significativa nos indicadores de aprendizagem”, pontua Bessa. 

De acordo com a coordenadora do Aula Digital em Goiânia, Karlla Ferreira, outro diferencial do projeto é o assessoramento personalizado para cada cursista matriculado nas formações. “Os momentos de escuta são imprescindíveis para conhecer a realidade de cada instituição e propor intervenções para que o projeto seja executado com excelência, logo, traz grandes avanços para a Rede Municipal de Ensino”.  

Fotos: SME

Legenda

Prefeitura de Goiânia amplia projeto Aula Digital, em parceria com Fundação Telefônica Vivo, e beneficia mais de 32 mil alunos de 170 instituições da capital; iniciativa integra o programa Smart Educação, lançado pelo prefeito Rogério Cruz para modernização das plataformas educacionais 

Secretaria Municipal de Educação (SME) – Prefeitura de Goiânia

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página