Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > Prefeitura de Goiânia retoma obras de escola no Crimeia Leste
Início do conteúdo da página

Prefeitura de Goiânia retoma obras de escola no Crimeia Leste

Criado: Segunda, 29 de Novembro de 2021, 13h52 | Publicado: Segunda, 29 de Novembro de 2021, 13h52 | Última atualização em Segunda, 29 de Novembro de 2021, 13h52

Previsão da Secretaria Municipal de Educação é concluir a reforma geral da Escola Municipal Donata Monteiro da Motta em janeiro do ano que vem

Donata 2 1A Prefeitura de Goiânia retomou a reforma completa da Escola Municipal Donata Monteiro da Motta, no Setor Crimeia Leste. Os serviços de reestruturação incluem a manutenção das coberturas da unidade, construção de calçadas, instalação de forro PVC nas salas de aula e nos ambientes administrativos e pintura geral. A previsão da Secretaria Municipal de Educação (SME) é de que as obras sejam concluídas e entregues em janeiro no retorno às aulas de 2022.

No local, a Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana (Seinfra) executa ainda serviços de serralheria, marcenaria, vidraçaria, instalação e complementação das partes elétricas e hidrosanitárias. A reforma da unidade, que atende mais de mil alunos, foi iniciada em 2014, paralisada nos meses seguintes e retomada pela atual gestão municipal na semana anterior. 

Em maio deste ano, o secretário de Educação de Goiânia, Wellington Bessa, vistoriou a unidade, identificou os espaços que precisavam de intervenções imediatas e solicitou apoio da Seinfra para finalizar a reforma. “A administração do prefeito Rogério Cruz trabalha de forma integrada e está empenhada, juntamente com a Câmara Municipal, em concluir esse projeto e entregar já no início de 2022 uma unidade moderna, segura e adequada para o processo de ensino-aprendizagem dos alunos da região do Crimeia Leste”, afirma. 

Os materiais de construção utilizados na reforma geral da instituição foram adquiridos pela SME por meio do Escola Viva, programa permanente de manutenção das unidades de educação da capital. Enquanto as obras são finalizadas, os alunos da unidade são atendidos em um local temporário na Vila Monticelli. 

Thiago Araújo, da editoria de Educação

registrado em:
Fim do conteúdo da página