Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > Novas salas de aula e mais de 2 mil vagas criadas para as crianças na rede municipal
Início do conteúdo da página

Novas salas de aula e mais de 2 mil vagas criadas para as crianças na rede municipal

Criado: Segunda, 18 de Outubro de 2021, 18h11 | Publicado: Segunda, 18 de Outubro de 2021, 18h11 | Última atualização em Segunda, 18 de Outubro de 2021, 20h51

cmei joao vaz 768x512A Prefeitura de Goiânia concentrou esforços, neste ano, para retomar as aulas presenciais com segurança na rede municipal de Educação. Para isso, promoveu os muitos investimentos na infraestrutura das unidades de ensino. Foram destinados R$ 5,6 milhões para manutenção predial e adequações na estrutura física de todas as escolas e CMEIs.

A comunidade da região do Residencial Orlando de Morais recebeu, em maio, a ampliação do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) João Navega Aguiar, localizado no Residencial Orlando de Morais, região Norte da capital. Ao todo, foram instalados quatro Ambientes de Rápida Implantação, que colocaram à disposição da comunidade escolar mais 80 vagas na Educação Infantil. Com a instalação desses ambientes em toda a rede foram criadas 2.055 novas vagas nos CMEIs da capital.

 

"Trabalhamos para proporcionar uma educação de qualidade em Goiânia, em um ambiente seguro e acolhedor para toda a comunidade escolar. Os investimentos têm nos ajudado a alcançar esse objetivo e a garantir um futuro melhor para nossas crianças"

Prefeito de Goiânia, Rogério Cruz

Veja todas as ações que foram realizadas na Educação de Goiânia neste ano:

– Investiu R$ 14 milhões na distribuição de kits de alimentação escolar para todos os alunos da rede municipal de educação;

– Garantiu recursos financeiros para garantir a segurança da comunidade escolar através dos Protocolos de Biossegurança em todas as instituições com a aquisição de EPIs.

– Também investiu mais de R$ 2 milhões para produção dos cadernos de atividades entregues aos alunos da rede para a realização de tarefas em casa.

– Disponibilizou ferramentas digitais para implantar ensino híbrido, iniciou a entrega kits tecnológicos (3 mil tablets, 170 computadores e outros acessórios) para 170 unidades.

– Implantou novos processos pedagógicos para recuperar e aprofundar as aprendizagens, tais como a Avaliação Diagnóstica e Maratona do Conhecimento, para avaliar o ensino e fortalecer o ensino da língua portuguesa e matemática nas unidades.

– Destinou, no mês passado, R$ 9.634.794,63 para 332 unidades. Os recursos são para custeio, alimentação e para aquisição de bens permanentes, como móveis, materiais de informática e outros itens pedagógicos de uso dos alunos e professores.

– Acompanhou a campanha de vacinação contra a Covid-19 e organizou 5 testagens ampliadas voltadas para a comunidade escolar.

– Ampliou o Horta Escolar, que hoje está presente em 260 unidades de ensino.

 

Thiago Araújo, da editoria de Educação

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página