Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Notícias > Prefeitura de Goiânia oferece formação com profissional da Educação a famílias de estudantes com Transtorno do Espectro Autista
Início do conteúdo da página

Prefeitura de Goiânia oferece formação com profissional da Educação a famílias de estudantes com Transtorno do Espectro Autista

Criado: Terça, 13 de Dezembro de 2022, 14h28 | Publicado: Terça, 13 de Dezembro de 2022, 14h28 | Última atualização em Terça, 13 de Dezembro de 2022, 14h28

Encontro foi o segundo deste ano promovido pela Secretaria Municipal de Educação. Ações formativas objetivam acolher e atender, em suas especificidades, crianças autistas matriculadas nas escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) da capital

tea2A Prefeitura de Goiânia promoveu, nesta quinta-feira (08/12), o II Encontro com as famílias que possuem crianças ou estudantes diagnosticados com Transtorno do Espectro Autista (TEA), e que são atendidos em unidades de ensino da Secretaria Municipal de Educação (SME). Pais e profissionais da Educação dialogaram sobre o tema “Meu filho tem autismo: como conseguir ajuda?”, no auditório da SME.

Os encontros integram a política da SME, e vão de encontro à Política Nacional de Educação Especial. O objetivo das formações é acolher e atender em suas especificidades às crianças e estudantes com TEA, dentro do Projeto TEA – Escola Comum Inclusiva. É a primeira vez na história que a gestão municipal oferece formações para pais e responsáveis de crianças diagnosticadas com autismo.

Neste segundo encontro, quatro profissionais falaram do diálogo, os percursos da inclusão da rede municipal, os desafios com a alimentação e relato de uma experiência familiar. A professora do Atendimento Educacional Especializado do Centro de Orientação e Reabilitação e Assistência ao Encefalopata (Corae), Flávia Espíndola, ressaltou, ainda, a importância da aproximação das famílias e das escolas.

“Vocês são grandes pais por estarem aqui, pois são os primeiros cuidadores de seus filhos, e vão atrás de informações para ajudá-los. Quanto mais próximo as famílias estiverem da escola, mais a criança será beneficiada, pois os pais conhecem seus filhos, e esse contato permite intervenções pedagógicas de acordo com a necessidade da criança. A escola é um ambiente da comunidade e vocês pais devem estar lá”, explica Espíndola.

Formações na SME
Os encontros voltados às famílias com estudantes com Transtorno de Espectro do Autismo fazem parte, também, da Política de Formação Continuada, que oferece curso para professores, gestores e funcionários do quadro administrativo que atuam nas unidades educacionais de ensino e equipes internas de apoio pedagógico.

Cerca de 13 mil profissionais da Educação de Goiânia já foram contemplados, em 2022, com a Política de Formação Continuada da SME. Foram mais de 40 cursos voltados para professores, gestores e funcionários do quadro administrativo que atuam nas unidades educacionais de ensino e equipes internas de apoio pedagógico.

“A prioridade são os servidores da rede. Entretanto, neste ano de 2023, de forma inovadora, ofertamos formações para as famílias e comunidade em geral, com a abordagem de temas importantes na relação entre educação e sociedade, como inclusão, aprendizagem e políticas públicas”, afirma o secretário municipal de Educação, Wellington Bessa.

Foto: SME

Secretaria Municipal de Educação (SME) – Prefeitura de Goiânia

registrado em:
Fim do conteúdo da página