You are currently viewing Arte/Artes Visuais – Arte Naïf

Arte/Artes Visuais – Arte Naïf

Esta proposta de atividade de ARTE/ARTES VISUAIS é destinada aos estudantes do 7º ano da Educação Fundamental.

Arte Naïf

Disponível em: <https://www.flickr.com/photos/naivepaintings/31210327104/in/photostream/

Acesso em 19, set. 2022.

A arte naïf é um movimento que apresenta uma forma instintiva de criar com liberdade, no qual artistas autodidatas ou espontâneos, desenvolvem processos que não seguem as regras tradicionais de representação de imagens, além de também não estarem inseridos em ambientes acadêmicos e oficiais da arte. Produzem obras de arte com estética, repletas de cor, simplicidade e estilo próprio, mesclando ingenuidade, espontaneidade e pureza. 

Principais características

O fato de muitos dos artistas brasileiros da arte naïf transportarem para suas obras suas experiências individuais, advindas de seu convívio com o meio e com a cultura geral para a elaboração de suas obras, faz com que esse estilo seja caracterizado por elementos da tradição popular e do folclore.  Há ainda a preferência por temas alegres, temas populares que retratam festividades e eventos coletivos e também temas relacionados a fauna e a flora, reforçando a importância dos elementos culturais que constituem a relação do artista com o mundo.

Disponível em: <https://www.flickr.com/photos/aliarda/8040747452/in/photostream/

Acesso em 19, set. 2022.

As obras no estilo naïf são criativas e formadas por um caráter narrativo e figurativo, com a presença de detalhamento de figuras diversas e de cenários, além da presença de bidimensionalidade e composição plana com traços sem perspectivas e cores contrastantes.

Disponíveis em Pinterest. Acesso em 19, set. 2022.

Ainda assim, esse estilo criativo influenciou e deixou-se influenciar pelas tendências mais eruditas, permitindo à arte contemporânea novas formas de expressão, tendo em vista que vários pintores com sólida formação acadêmica usassem procedimentos da arte naïf em suas criações.

Disponível em Pinterest. Acesso em 19, set. 2022.

Principais artistas

Henri Rousseau

Nasceu em 1844 na França. Pintor especialista em cores, considerado por muitos como precursor da arte naïf e principal artista, embora não possuísse conhecimento em arte ou pintura.  Durante a sua vida produziu obras com representações da natureza que também foram consideradas parte do movimento moderno. 

Disponíveis em em Pinterest. Acesso em 19, set. 2022.

Rosseau foi um artista autodidata, apaixonado pela natureza e deixou um importante legado para as vanguardas europeias.

Sua primeira obra denominada “Uma noite de carnaval” foi severamente criticada por não conter princípios básicos de geometria e perspectiva. A obra retratava paisagens selvagens mescladas a um emaranhado de tramas, as quais remetem a sonhos e sentimentos do artista. Mas seu reconhecimento só se fez valer no século XX, após ser admirado por Pablo Picasso e outros renomados intelectuais. 

Disponível em em Pinterest. Acesso em 19, set. 2022.

Camille Bombois

Nasceu em 1833 na França e veio de uma família de origem humilde e simples. Destaca-se na criação de obras com a temática circense e são comparadas com as obras de Rousseau pela presença de cores vibrantes que contrastam entre si.

Disponível em em Pinterest. Acesso em 19, set. 2022.

Maria Auxiliadora

Nasceu em 1938, em Campo Belo, Minas Gerais. É uma das artistas brasileiras de grande destaque na arte naïf. As suas obras são compostas por cores vibrantes, além de elementos da realidade contrastando com elementos do mundo imaginário.

Disponíveis em em Pinterest. Acesso em 19, set. 2022.

Djanira

Nasceu em 1914, em Avaré, São Paulo e é considerada uma das artistas brasileiras mais bem-sucedidas no estilo naïf. Foi pintora, cenógrafa, desenhista, ilustradora e ficou bastante conhecida após adotar o uso de cores vivas em suas obras, como o “Painel de Santa Bárbara” (1958), o seu quadro mais famoso.

Disponível em em Pinterest. Acesso em 19, set. 2022.

Antônio Poteiro 

Nasceu em Portugal no ano de 1925, imigrou com sua família para o Brasil em 1926 e morou parte da sua vida em Goiânia. Poteiro iniciou sua carreira nas artes como ceramista, logo se tornando pintor e com pinceladas marcadas por tons vibrantes e detalhamento em suas peças, se destacou entre os principais artistas de arte naïf do Brasil.

Disponíveis em em Pinterest. Acesso em 20, set. 2022.

Helena Vasconcelos

A artista Helena Vasconcelos é mineira, mas mora em Goiânia há mais de 40 anos, tempo que a faz se considerar uma verdadeira goiana. Sua paixão pelas artes começou ainda na infância, vendo sua mãe pintar pano de prato e toalhas de mesa. E como sempre foi muito curiosa, cresceu aprendendo a pintar tapetes e lãs, pois na sua cidade, Uberaba-MG, não tinha o curso de Artes Visuais. Na fase adulta começou a pintar telas e fazer oficinas voltadas para essa área. Helena é uma artista autodidata.

Catálogo “Minha História” (acervo pessoal da artista).

Embora Helena pinte telas desde o ano de 1998, foi somente em 2004, quando ganhou seu primeiro prêmio – Sesi Arte Criatividade, que definitivamente passou a dedicar-se profissionalmente à carreira de artista plástica. Artista atuante e pesquisadora da cultura goiana, realizou exposições individuais e coletivas, participou de salões e bienais de arte em todo o Brasil, levando a representatividade da cultura goiana por onde passou.

Catálogo “Minha História” (acervo pessoal da artista).

Helena Vasconcelos está sempre atenta aos detalhes e à história, até mesmo pela sua formação como historiadora. A artista extrai a essência, a alegria e o máximo de beleza das Folias de Reis, Congadas, Festas do Divino, Cavalhadas e Procissões, dos hábitos e costumes do povo goiano, com pinceladas carregadas de cores e detalhes. Por esta razão, os críticos classificam as suas obras no estilo naïf, já que suas pinturas são puras e livres. 

Catálogo “Minha História” (acervo pessoal da artista).

A expressão máxima de seu trabalho é caracterizada pela fragmentação visual, que lembra uma colcha de retalhos e se recompõe como um mosaico. Desenvolve um processo de criação na qual quadricula a imagem nas suas telas para ficarem com a sua marca pessoal e segundo a artista, as pessoas podem assim, reconhecer facilmente as suas obras.

Catálogo “Minha História” (acervo pessoal da artista).

A inspiração para o seu trabalho surge pelas suas vivências e lembranças da sua infância em Goiás. Além do seu interesse pela cultura popular, que a fez viajar por várias vezes para as cidades do interior de Goiás e assim poder representar nas suas telas, a expressão verdadeira presente nas festas e eventos populares goianos.

Catálogo “Minha História” (acervo pessoal da artista).

Helena realiza trabalho voluntário no Hospital Alberto Rassi (HGG) e ministra oficinas gratuitas nas escolas, pois entende que a arte precisa ser popularizada e deve começar com as crianças, que fazem releituras do seu trabalho e estudam as temáticas abordadas nas suas telas.

Fotografia (acervo pessoal 2022).

VAMOS RESPONDER ALGUMAS QUESTÕES?

QUESTÃO 1

Você sabe o que é a Arte Naïf?

Como você definiria esse estilo de arte?

QUESTÃO 2

Quais são as características mais marcantes da Arte Naïf?

Quais os temas frequentes nas pinturas desse estilo de arte?

QUESTÃO 3

DESPERTE O SEU LADO ARTISTA

Atividade 1: Escolha uma festa tradicional que aconteça na sua cidade, bairro ou estado e faça sua representação através de um desenho. Procure trazer para o desenho todos os detalhes e elementos característicos. 

Atividade 2: Pinte com cores vibrantes o seu desenho e não esqueça de dar um título para a sua produção artística final.

Atividade 3: Pesquise outras obras de arte naïf. Escolha uma e faça uma colagem com papéis coloridos, representando as partes que mais gosta, criando uma nova composição.

SAIBA MAIS – ARTE/ARTES VISUAIS – ARTE NAÏF

Canal Eurim Pablo – Arte Educação. “Saiba Mais – Arte – Entrevista com a Artista Plástica Helena Vasconcelos.” 
Disponível em < https://www.youtube.com/watch?v=Uixiqbvn5Ss> Acesso em 20, set. 2022.

Acesse os materiais referentes a essa atividade clicando na imagem abaixo:

Componente Curricular:Arte/Artes Visuais
Habilidade:(GO-EF07AR32) Analisar e explorar em projetos temáticos, as relações processuais entre diversas linguagens artísticas e a produção autônoma, respeitando os seus contextos pessoais e sociais.
Referências:ARAGON, BRODSKAIA, Nathalia. Arte naïf, Coleção Folha, volume 20, 2017.
Itaú Cultural.  Arte Naïf/Enciclopédia Itaú Cultural. Última atualização 20/05/2022.
Disponível em: 
<http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo5357/arte-naif> Acesso em: 19 de set. 2022.